Capa.cdr
FacebookTwitterGoogle+

A Carne de Deus

Direitos vendidos para: Macedónia (ViG Zenica).

Thriller satírico e psicadélico. Conrado Fortes, um homem cinzento, anónimo, preguiçoso, sem interesses nem qualidades e que ainda vive com a mãe, e Lola Benites, uma atraente e jovem jornalista a juntar informação para fazer um livro sobre seitas secretas, são apanhados separadamente, e por se encontrarem no sítio errado à hora errada, na voragem de uma luta assassina entre lojas maçónicas, pelo segredo de uma delas.

É uma história cheia de aventura, suspense e ironia. A sua trama, o primeiro romance que Afonso Cruz edita, «nasceu de várias viagens pelo Leste europeu, América do Sul, Ásia e África, bem como do facto de ter sido iniciado em organizações escusas e religiões em desuso, por vezes animistas e, ocasionalmente, insalubres segundo os nossos padrões de civilidade.»

«O livro de estreia de Afonso Cruz é uma sátira policial, repleta de boas tiradas, como o casamento entre Rigaut e a mulher [...].» | Os Meus Livros.

«Afonso Cruz reúne outros personagens de mérito, numa galeria de loucos e de acontecimentos que surpreendem o leitor e lhe tiram o tapete, convocando organizações secretas, uma sólida e divertida cultura clássica, uma imaginação delirante e um conhecimento profundo da matéria religiosa. Um primeiro romance promissor.» | LER.

Editora: Bertrand Editora (2008)
Comprar: Wook