trilogia1
FacebookTwitterGoogle+

Apresentação de Trilogia do Olhar de José Gardeazabal em Lisboa

Na passada segunda-feira, 30 de outubro, foi lançado o novo livro de José Gardeazabal, Trilogia do Olhar, na Biblioteca da Imprensa Nacional – Casa da Moeda, em Lisboa.

A sala da Biblioteca da INCM encheu-se para a apresentação de Trilogia do Olhar, volume de teatro de José Gardeazabal. Duarte Azinheira, diretor da Unidade de Publicações da INCM, que acolheu a primeira obra teatral do autor no catálogo da coleção «Biblioteca de Autores Portugueses», abriu a sessão, que foi depois conduzida por Jorge Silva Melo e contou com leituras de excertos de «Televisão»,  «Regras para Fotografar Animais» e «Cinema Mudo» por atores do grupo Artistas Unidos.

Silva Melo destacou a sensação de perda como uma das mais notórias características da obra teatral de Gardeazabal e referiu também a aparente «banalidade» dos diálogos, que constantemente «enganam» o leitor e desviam o olhar da banalidade quotidiana para outros caminhos e reflexões.

«Ouvir a minha peça representada é como ter um familiar de quem ouvimos falar mas não sabemos como se comporta. Até que finalmente o conhecemos», disse José Gardeazabal, a quem o gosto pela escrita de teatro, afirma, continua e continuará a perseguir. «O género a que mais facilmente cedo, aquele a cuja tentação para escrever mais dificilmente resisto — é o Teatro.»