Se me comovesse o amor (2007)
FacebookTwitterGoogle+

Se me comovesse o amor

Se me comovesse o amor é o décimo livro de poesia de Francisco José Viegas e uma das obras de referência do género na obra do autor. Neste livro, o escritor, nas palavras de José do Carmo Francisco, «retoma a melancolia e as viagens. Não apenas as viagens na geografia (Buenos Aires, Paris, Israel, Frankfurt, Antuérpia, Caracas) mas também a viagem que toda a vida acaba por ser: “Se me comovesse o amor como me comove/ a morte dos que amei, eu viveria feliz”».

« Em Se me Comovesse o Amor, Viegas escreve de um território fora do mundo, um lugar em que a poesia procura legitimar-se através de um absoluto desprendimento. (…) Evitando as lágrimas e a metafísica, este é o mapa de um geógrafo errante, de um “solitário entre ruínas”, que conta “o número de vítimas” e faz deste volume um dos melhores livros de poesia portuguesa editados em 2007.» | José Mário Silva, Time Out Lisboa.

Editora: Quasi Edições (2007)
Comprar: Wook