Retrato de Rapaz (2014)
FacebookTwitterGoogle+

Retrato de Rapaz

Grande Prémio de Romance e Novela da APE/DGLAB 2014.

Direitos vendidos para: Brasil (Oficina Raquel), Colômbia (Panamericana), Hungria (Typotex).

Farto do descaminho de Giacomo, o pai vem deixá-lo ao estúdio de banho tomado, mas ainda com andrajos e piolhos, para que o artista que exuma cadáveres e constrói máquinas voadoras o endireite e faça dele seu criado. A beleza do rapaz impressiona Leonardo, que logo pensa nele para um anjo, concluindo porém que lhe assentam melhor corninhos de diabrete, e assim o rebaptizando como Salai.

Serão, de resto, os pecadilhos do rapaz que o farão cair nas boas graças do amo e o elevarão à categoria de aprendiz sem engenho mas com descaramento para emitir opiniões, borrar a pintura, traficar pigmentos e até surripiar desenhos. E, num jogo de pequenas traições mútuas, vai-se criando entre Salai e o pintor uma cumplicidade que os aproximará como se fossem pai e filho.

Retrato de Rapaz é uma novela fulgurante sobre a relação entre mestre e discípulo, nem sempre isenta de drama e deceção, e sobre a criatividade de um artista genial em tudo, mesmo na gestão dos seus afetos.

«[...] Retrato de Rapaz mostra Mário Cláudio no pleno domínio de uma escrita barroca — frases longas, trabalhadíssimas, muito buriladas —, prosa exuberante e faustosa,mas que vai além do artifício, direta ao que há de luz e sombra, ou seja, ao que há de esplendor humano [...].» | José Mário Silva, ExpressoAtual.

Editora: Publicações Dom Quixote (2014)
Comprar: LeYa Online