182_9510762570_3601_n
FacebookTwitterGoogle+

Os Livros e as Leituras. Novas ecologias da informação

Afinal o que é o livro? Ou melhor, o que são livros? Desde quando existem? Como se produziram, como se reproduziram e quanto valem? Que circuitos seguem? E quais as suas tendências mercadológicas? Mas se há livros, quem os lê e porquê? Estará o livro, na sua forma mais tradicional, ameaçado? E a leitura será que seguirá novos caminhos?

Estas e outras questões são abordadas por José Afonso Furtado, nesta sua importantíssima obra, na qual o autor procura transmitir uma esclarecida visão das transformações do livro e da leitura face ao novo paradigma digital e uma síntese transversal da variada problemática que essas transformações encerram.

Uma abordagem das «ecologias da informação» suscitada pela questão do «livro ameaçado» ou da «morte do livro», mas que se alarga à diversidade e complexidade dos novos factores que se entrecruzam nas mudanças «ambientais» introduzidas pelas tecnologias.  Essencial para uma visão global e informada sobre o futuro dos livros e das leituras, esta obra é ela própria um sinal inequívoco da premência que se compreendam – nas mudanças de conceitos, actividades, atitudes, objectos – as interacções e relações de força entre mercado, sociedade e tecnologia.

«Em Os Livros e as Leituras, José Afonso Furtado oferece-nos um estudo sério sobre esses objectos [o e-book] e os modos do seu manuseamento. E, como todas as reflexões densas e meditadas, traduziu-as numa linguagem clara e acessível, proporcionando-nos um percurso fácil de seguir. Trata-se, pois, de um texto rico em propostas, e mais rico ainda pela quantidade de perguntas que deixa em suspenso, pelas associações que suscita e vai permitir.» | Helena Barbas, Expresso.

«[...] um livro como aquele agora lançado por José Afonso Furtado é desde já uma obra imprescindível. […] Trata-se de uma obra inteiramente nova, maciça no texto e no aparelho informativo (com uma atualizadíssima bibliografia […] a obra está exposta com tal rigor e elegância, e escrita com um tão surpreendente espírito de síntese, que acaba por se ler “como um romance”.» | Eduardo Prado Coelho, Público.

«Os Livros e as Leituras. Novas ecologias da informação de José Afonso Furtado é um livro essencial em qualquer biblioteca. […] Estamos perante uma obra de consulta obrigatória para quem se interessa por livros, pela leitura e pelo futuro de ambos.» | Isabel Coutinho, Público.

Editora: Livros e Leituras (2000)