Nas Asas de uma Borboleta
FacebookTwitterGoogle+

Nas Asas de uma Borboleta – Biografia de Eduardo Duarte Ferreira (1856-1948)

«Em meados do século XIX, o Tramagal era uma pequena aldeia encavalitada sobre o Tejo, olhando as barcas que passavam, rio abaixo, rio acima, transportando frutas e madeira.

Terra de gente simples, sem médico ou escola oficial, a sua estabilidade e prosperidade económica dependia grandemente das carvoarias de sobro e desta rede de transportes fluviais, à vela e a remos, através da qual se escoavam os proventos da pesca e da agricultura e chegavam bens e notícias de outras paragens.

Florinda António Ferreira nasceu e cresceu no Tramagal, fez toda a sua vida à beira-rio. Casou com o barqueiro Joaquim Duarte e o seu nome teria passado incógnito nos registos da História, não fosse o rapaz que deu à luz, a 10 de Fevereiro de 1856. Anos mais tarde, esse menino faria o nome da aldeia correr mundo, nas asas de uma borboleta, transformada em símbolo de inovação e progresso: era o quinto filho do casal, a quem chamaram Eduardo.»

Editora: Página Seguinte Edições (2006)