Não Atires Pedras a Estranhos porque Pode Ser O Teu Pai
FacebookTwitterGoogle+

Não Atires Pedras a Estranhos Porque Pode Ser o Teu Pai

Crónicas escritas por Fernando Alvim ao longo de dois anos: «sobre o meu país que é Portugal, sobre a noite, sobre a minha vida e a dos outros, e sobre o amor que deve ser de todos.»

Com ilustrações de Manuel Cruz e prefácio de Manuel João Vieira.

Editora: Cego, Surdo e Mudo (2010)
Comprar: Wook