Meu Amor Era de Noite
FacebookTwitterGoogle+

Meu Amor, Era de Noite

Este é um romance a várias vozes sobre pessoas e o Portugal moderno. Construído com subtil ironia, trazendo à história o próprio Vasco Graça Moura e a editora do livro, Zita (Seabra), a quem Rita Kantic, pseudónimo de Eugénia, escreve no fim uma carta reivindicando a autoria do romance, ela que colhe da sua vivência e da dos seus amigos as histórias que escreve.

«Meu Amor, Era de Noite inicia-se em jeito de confissão, prolonga-se em forma de livro sentimental e termina – deliciosamente, sublinhe-se – em modo epistolar. [...] um romance que tem tanto de divertido como de irónico.» | Sara Belo Luís, Visão

« [I]ndiscutivelmente um romance inteligente.» | Linda Santos Costa, (livros)

Editora: Quetzal Editores (2001)
Comprar: Wook