Lanzarote, A Janela de Saramago
FacebookTwitterGoogle+

Lanzarote, A Janela de Saramago

Livro concebido pelo fotógrafo João Francisco Vilhena, com textos dos Cadernos de Lanzarote, de José Saramago, a partir do seu encontro com o escritor na ilha onde José Saramago fincará as raízes que darão lugar à segunda parte da sua vida literária, numa profunda ligação com a natureza — qual regresso às origens, narradas n’As Pequenas Memórias — e face à aproximação da velhice e da morte.

Um livro belíssimo sobre o sentido da vida e da escrita, uma homenagem a Saramago no momento em que se comemoram os 15 anos da atribuição do prémio Nobel.

Biografia de João Francisco Vilhena | Nasceu em Lisboa em 1965. Trabalhou como fotojornalista e colaborou com diversos jornais e revistas, em Portugal e no estrangeiro, tais como a LERElleMáximaMarie ClaireOceanosVisãoGrande ReportagemCOLÓQUIO/LetrasDer SpiegelLe Monde e o suplemento cultural DNA. Foi editor fotográfico do semanário O Independente e do semanário Sol, além de diretor de arte da Tabacaria, a revista literária da Casa Fernando Pessoa. Tem realizado diversas exposições em Portugal e no estrangeiro. Assinou vários livros em coautoria. Tem participado como júri em prémios de fotografia.

Biografia de José Saramago | Nasceu em 1922, em Portugal, e viria a morrer em Lanzarote, em 2010, onde viveu a última fase da sua vida. Em 1998 foi galardoado com o prémio Nobel da Literatura.

 

«[O livro é] por um lado, uma síntese da verticalidade de José Saramago, por outro da paisagem solitária que José Saramago escolheu para viver, para ver o mundo» | Pilar del Río, Sábado.

«Lanzarote, a Janela de Saramago encontra-se algures entre a deambulação e a viagem, num livro que pode ser levado para qualquer parte (…)» | Jornal i.

Editora: Porto Editora (2014)
Comprar: Wook