jornalistas-e-tribunais
FacebookTwitterGoogle+

Jornalistas e Tribunais

Um fotógrafo pode retratar Bárbara Guimarães a sair de casa com o filho ao colo? E um sem-abrigo a dormir na rua? O sketch «Santana Copos» é sátira ou difamação? O nome de um médico acusado de negligência deve ser divulgado? Sabia que o Tal&Qual tem de pagar 20 000 Euros a Catarina Furtado? E por que motivo foi Marcelo Rebelo de Sousa condenado por difamação?

Nem sempre é fácil traçar as fronteiras do direito à imagem, à vida privada e ao bom-nome. Este livro reúne sentenças que permitem não só compreender a lei, mas verificar como ela atua concretamente. De Humberto Delgado ao Ballet Rose, das FP25 a Camarate, do padre Frederico à Casa Pia, recorre-se a casos reais para ilustrar os dilemas do jornalismo judiciário: identificação dos envolvidos, câmara oculta, segredo de justiça, sigilo profissional…

Editora: Quetzal Editores (2005)
Comprar: Fnac