Crónica do Rei-Poeta Al-Mu’Tamid
FacebookTwitterGoogle+

Crónica do Rei-Poeta Al-Mu’Tamid

Al-Mu’Tamid nasceu em Beja, em 1040. Nessa época, a poesia e a cultura floresciam nas cortes árabes, mas, após a queda de Córdova, o Sul de Espanha fragmentara-se em inúmeras taifas que se digladiavam entre si ao sabor das aspirações de poder e de prestígio. Herdeiro de uma das mais poderosas dinastias então reinantes que governava Sevilha, Al-Mu’Tamid era um homem de índole benévola, amante de tertúlias, e um dos mais notáveis poetas do al-Andaluz.

Nesta crónica ficcionada, escrita já no exílio pelo Rei-Poeta, Ana Cristina Silva, além dos acontecimentos trágicos que marcaram o seu reinado, leva-nos a imaginar como terá sido, intimamente, o homem que teve de encarnar a personagem que ficou para a história.

«Ao sétimo romance, Ana Cristina Silva volta a partir de dados históricos concretos para sondar os elementos intemporais da natureza humana.» | Sérgio Almeida, Jornal de Notícias.

Editora: Editorial Presença (2010)
Comprar: Wook