Arquipelago
FacebookTwitterGoogle+

Arquipélago

Açores, 1980. Quando um grande terramoto faz estremecer a ilha Terceira, o pequeno José Artur Drumonde dá-se conta de que não consegue sentir a terra tremer debaixo dos pés. Inexplicável, esse mistério há-de acompanhá-lo durante toda a vida.

Usando a mestria narrativa e o apuro literário dos clássicos, bem como um dom especial para trazer à vida os lugares, as gentes e a História dos Açores, Joel Neto apresenta um romance de grande fôlego, em que a ilha é também protagonista de uma epopeia corajosa e emocionante como há muito não se via na literatura portuguesa.

«Excecional. Obras de tão superior qualidade como este Arquipélago não acontecem todos os dias. Nem todos os anos. Notável.» | João de Melo, escritor

«Quando começamos, não conseguimos largar. Uma verdadeira epopeia.» | Alice Vieira, escritora

«Uma celebração dos Açores, com todas as suas nuances, especificidades, cores, histórias e silêncios.» |  Luís Ricardo Duarte, Jornal de Letras

Editora: Marcador Editora (2015)
Comprar: Wook, Bertrand, Fnac