Sem imagem disponível
FacebookTwitterGoogle+

A Noite o Que É?

«Uma casa onde os amigos chegavam e havia comida na mesa, nos armários; cerveja, água, café, o aroma do café, árvores, gente que passa na rua, um baralho de cartas, ruído dos aviões, poemas de Cecília Meireles.Nunca estamos preparados para as grandes recordações. Aquelas que mudaram a nossa vida, ou apenas aquelas que a nossa vida foi capaz de mudar.»

«Na escuridão da noite surgem memórias, imagens, cheiros e vozes, inquietudes, ventos e tempestades. Viegas recorre com frequência a enumerações, sobretudo de coisas banais ligadas a recordações precisas. Luzes, árvores, uma varanda sobre o mar, o cheiro do café, livros, discos. É um registo comovido, com uma dimensão exasperada de medos e fragilidades. O poema, como outros poemas de Viegas, valoriza “as coisas que importam”, coisas comezinhas e por isso mesmo poéticas. Aliás, esta poesia mantém alguma distância do “poético” mais canónico, no que é uma das suas marcas características.» | Público.

Editora: Quasi Edições (2007)
Comprar: Wook